sábado, 9 de abril de 2016

TAG: Atualizando sobre livros

     Nunca tinha feito uma tag aqui no blog, apesar de algumas das meninas já terem me indicado pra responder umas. Acho que não vou esquecer mais da Taís me marcando pra responder a tag das maquiagens e looks hahahaha. O que vale é a intenção, né? É!
     Vi essa tag sobre livros no blog da Vitória, o Cheiro de Pipoca, e fiquei genuinamente interessado em responder. Amo livros, amo ler, amo histórias e meu armário de livros e cd's é a coisa que mais gosto no meu quarto. Dito isso, vamos à primeira tag do Baú!
     1. Um livro que mudou minha vida.
Por Toda Eternidade (Claudia Marum). Essa é uma história ditada pelo espírito Elias. É um romance espírita que se passa no início do século XX. Gosto demais de como é contada a história de duas almas cujo amor é maior que o tempo, eles estão ligados. As questões familiares, e mesmo a época, as vestimentas. É uma história cheia de reviravoltas inesperadas. A naturalidade e simplicidade do espiritismo me fazem sentir confortável.

     2. Aquele livro que tenho vergonha de admitir que nunca li.
Iiih ó, sem julgar o coleguinha. Harry Potter! Falei e saí correndo. Não, sério agora. Eu só li a Câmara Secreta, era o único que eu tinha. Recentemente comprei toda a coleção, mas ainda está na minha fila de próximas leituras. It's a shame, I know.

     3. Estou lendo agora.
A Maldição de Alaizabel Cray (Chris Wooding). Já li esse livro 3 vezes e gosto muito. Resolvi reler porque quero resenhar aqui pro blog. Então, logo sai post sobre ele!
     4. Último livro que li.
Sherlock Holmes - O Roubo da Coroa de Berilos e Outras Aventuras. São cinco contos do Sherlock. Gosto demais das histórias dele. Me interesso muito por histórias policiais, e Sherlock e Hercule Poirot são os que mais prendem a minha atenção nesse ramo.

     5. Nenhum dos meus amigos leu, só eu.
Kesha: My Crazy Beautiful Life. Esse livro é um lançamento junto com o reality show da Kesha, o conteúdo dos dois é o mesmo. No livro, várias fotos do arquivo pessoal da cantora, os rascunhos de músicas escritos a mão por ela, relatos pessoais sobre as mais loucas experiências que ela vivenciou e a história dela trilhando do zero à fama. É um material muito rico e todo ilustrado, uma delícia pra quem é fã ou curte o trabalho da artista.

     6. Leria de novo.
Britney Spears - Menina Perdida (Christopher Heard). Essa biografia da Britney é absurda de maravilhosa! Interessante do começo ao fim. Acabei pegando a mania de comparar essa biografia com a escrita pela mãe da Britney (A História Por Trás do Sucesso), que é um livro muito mais voltado para Lynne e a história familiar, do que sobre a cantora em si. O Menina Perdida é bastante completo. Dá detalhes interessantes sobre vários momentos da carreira e mostra a garota comum, acima de tudo. Pra muita gente é difícil perceber o ser humano de carne e osso por trás da superstar. Acho excelente e perdi a conta de quantas vezes já li.
     7. Uma indicação.
Toda a sequência d'Os Legados de Lorien. Esses livros são do caralho! Basicamente, é a história de 9 crianças de outro planeta que tiveram seu mundo dizimado por invasores. Eles tem Legados, são como super poderes em desenvolvimentos. Foram colocados numa nave junto com 9 anciões, responsáveis por protegê-los durante a vida e treiná-los no desenvolvimento dos legados, para que possam reconstruir o planeta quando estiverem prontos. Fugidos para a Terra, eles estão sob um encantamento no qual só podem ser mortos em ordem numérica. O livro começa exatamente no ponto onde os 3 primeiros já foram mortos pelos invasores, que vieram pra Terra atrás deles. ''Eu Sou o Número Quatro'' é o nome do primeiro. Essa sequência tinha tudo pra ser um estouro. Best-seller no mundo dos livros e com bilheteria milionária no cinema. O primeiro livro foi. O primeiro filme foi mal produzido, não pegou. A história é boa demais. As cenas das invasões alienígenas então, pqp! Como complemento, existem ainda vários e-books contando mais a história dos personagens. Todos os livros são assinados por Pittacus Lore, personagem misterioso do próprio livro. À ele foi confiada a história dos lorienos e desde então ele vive na Terra entre nós. Pittacus Lore é pseudônimo de James Frey e Jobie Hughes.

     Quem mais gostar de ler e achar a tag legal, responde e manda o link aí nos comentários pra eu ver!

4 comentários:

  1. AEEEEEEEEEE fiquei super feliz em ver que a primeira TAG daqui você viu lá no blog! :)
    Estou tentando ler todos os livros de Harry Potter (na ordem, claro), li os três primeiros e estou procurando alguém para me emprestar o quarto ou estou na esperança de ganhar um vale livro de aniversário e poder comprá-lo haha!
    Só li um livro do Sherlock Holmes, foi "Um estudo em Vermelho" e adorei! Quero ler mais histórias dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei muito mesmo dessa tag, tem muitas que são bem interessantes!
      Eu tenho a sensação de que quando começar os Harry Potter, não vou conseguir ler mais nada até ler todos de uma só vez hahaha
      Seu aniversário é agora em Abril, não é? Que dia?
      E Sherlock é muito bom! Fico bobo com a percepção dele em coisas cotidianas. Elas revelam muito mais do que normalmente percebemos. Certeza que você vai gostar dos outros contos dele!

      Um beijo

      PS: Tirei o C que coloquei intruso no seu nome. Desculpe :(

      Excluir
  2. Não li nenhum dos citados, mas fiquei mega interessada nesse da Britney porque sempre achei ela uma personalidade carismática e controversa.Também quero ler esse primeiro que é um romance espírita, não tive praticamente contato com a literatura espírita.

    Poesia em Transe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou fascinado por essa controversia da Britney. No outro livro que cito ali, A História Por Trás do Sucesso, a mãe dela descreve muito bem a época ~~dark~~ da vida dela, o breakdown. Única coisa que gostei mesmo no livro dela, e que por fim, não é tão detalhada no Menina Perdida. Acho que se juntasse esse capítulo ali, ficaria perfeito. A leitura é muito válida!
      Sobre o primeiro, tenho pouco contato com a literatura espírita também, apesar de ser. Tenho alguns outros na estante ainda por ler. É uma possibilidade fazer posts pra eles também.

      Excluir