domingo, 16 de outubro de 2016

Chuveiro queimado

     Conquisto a tão sonhada independência. Morar sozinho tem seus percalços, sim, mas até agora tá dando pra viver de boa. A geladeira finalmente faz parte da mobília, mas o filtro ainda não. Tráfico de águas. Ganho aqui, perco ali.
     Na madrugada fria de domingo, chuveiro queimado. Na real, até coincidiu com o chuveiro de dentro que também queimou. Fim recusado, amor afastado. Frio. O chuveiro queimado faz escorrer por mim uma chuva de idéias tortas e sentimentos toscos enquanto a água escorre até os pés. Dá pra pensar que o quarto novo tá bem legal, bem maior. Aquele quadro da cena do filme ficou perfeito no corredor, eu tava certo. Tava? Frio.
     O despertador apita às nove, eu sempre quis render minhas manhãs. O quarto, um breu graças à um blackout que já veio no apartamento. Figuras no teto, figuras dentro de mim.
     A água gelada nas costas me faz balbuciar, sem voz, um palavrão qualquer. Em vão. Talvez pela água, talvez pela vida. Gosto de caminhar descalço nos cômodos ainda vazios. Meus. Jamais deveria ter deixado você entrar sorrateiramente pela porta do lado.
     A água esquentou e eu nem percebi. Frio.

(12/05/2016)

26 comentários:

  1. MENINO, QUANDO VOCÊ VAI PARAR DE FAZER TEXTOS MARAVILHOSOS? AFF

    ResponderExcluir
  2. Que texto incrível! tô sem palavras! <33333

    ResponderExcluir
  3. Esse texto é muito bonito, as vezes deixamos que coisas aconteçam na nossa vida sem perceber.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim... E quando percebemos isso tanta coisa já aconteceu né?
      Vale a reflexão. =)

      Excluir
  4. O frio de dentro nenhum água quente consegue esquentar!
    Parabéns pelo texto! Sucesso :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perceber esse estado de tempo já é uma forma de avanço, não é mesmo?
      Resiliência.
      Obrigado!

      Excluir
  5. Oii! Parabens pelo seu blog. Eu nao tinha passado por aqui ainda. Eu adoro blog de textos. =) Voce escreve de forma densa e com muito sentimento. Parabens. Beijos

    www.verdadeescrita.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Rebeca!
      Muito obrigado, fico feliz que tenha gostado. Tem bastante texto por aqui, fique à vontade.
      =)

      Excluir
  6. Nossa, que texto maravilhoso. Parabéns e muito sucessoooo

    ResponderExcluir
  7. Que texto encantador!!

    Sério, entrei no post e por causa do título jurava que seria um post sobre como a resistência do chuveiro havia quebrado, e você por morar sozinho (mora?) e talvez não ter dinheiro para comprar um novo conseguiu fazer uma gambiarra e concertar. Juro que pensei isso, mas me surpreendi ao ler seu texto.
    Parabéns!!

    www.verifiqueapagina.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA
      Melhor comentário. Que bom que surpreendi positivamente!!
      Moro, não é fácil. Nem chuveiro, nem o frio. Coisas.
      Obrigado, espero vê-la mais por aqui!

      Excluir
  8. Sabe o que eu acho, as vezes o chuveiro preciso queimar para vermos as coisas mais "friamente", pq no mundo perfeito onde as águas são quentes e agradáveis tudo fica muito fácil e muitas vezes artificial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é uma reflexão e associação INCRÍVEL! Vale muito pensar assim e sobre isso. O artificial engana, tenta. Saber separar, esfriar, para, quem sabe, esquentar novamente.
      Adorei!

      Excluir
  9. Que texto lindoo! Só amor! Adorei, moço, muito sucesso pra ti!

    ResponderExcluir
  10. Esperando o momento que vou parar de sentir emoções ao ler esse texto. Li três vezes e imagineii aqueles filmes americanos, onde a gnt mora só, tem uma casa aconchegante, com leite e cereal no armário; Parece estarmos bem superficialmente. Mas por dentro o frio da solidão consome...Mas acredito que mesmo com as dificuldades o que importa é ser feliz. Amei forte.


    kalynelima.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito legal a sensação e a viagem que o texto te proporcionou. Me deu umas idéias muito legais. Fico genuinamente feliz!
      Espero vê-la mais por aqui <3

      Excluir
  11. Adorei o texto. Morar sozinho não deve ser fácil, mas a independência é algo maravilhoso! ♥

    ResponderExcluir
  12. Sabe que eu sempre leio quase tudo em leitura dinâmica? Que consiste em ler 600 palavras por minuto, e no entanto, quando eu venho aqui e passo bem mais tempo em cada parágrafo, relendo até absorver tudo o que tinha para ser absorvido ali. Tua escrita causa esse efeito. Parece que ler uma vez só não vai me contar tudo o que você quis esconder nas entrelinhas.

    Você é foda.
    E esse texto está do caralho.
    Mil beijos da sua maior fã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beca, você é sem igual, sabia? Sabia. Tem que saber.
      Cê entende de um jeito que nunca vi outra pessoa entender. É quase como se você soubesse exatamente o que se passa dentro da minha cabeça. Como que pode isso? Nem eu sei!
      Geralmente consigo esconder. Não de você.
      Você é inacreditável. Fico feliz de ter te encontrado por aqui.

      Excluir